A Nossa

História

 

 

 

O JIFA - Jardim de Infância dos Anjos começa, como todas as instituições particulares de solidariedade social, de uma necessidade na sociedade. A necessidade de trabalhar para sustentar uma família que, conduz à necessidade de haver um espaço seguro, lúdico e de pertença, onde os pais possam deixar os seus filhos.

Partimos de uma casa da antiga Junta de Freguesia dos Anjos, onde haviam duas salas – uma para brincar e outra para dormir.

Não podiam correr nem saltar. Ficavam fechados o dia todo o que os tornava meninos mal comportados, sem respeito pelo próximo.

Sem condições e com várias limitações que comprometiam o desenvolvimento saudável das nossas crianças. Um grupo de pais e de amigos alimentou a vontade de mudar o que estava errado. De fazer melhor!

Juntaram-se, trocaram ideias, deram contributos e acionaram todos os seus meios possíveis pelas suas crianças.

Nesta busca, encontraram as instalações onde hoje estamos sediados (Largo Conde Pombeiro n.º 12). Uma casa da Câmara Municipal de Lisboa, grande, com um pátio para as crianças pularem, gritarem e brincarem, mas muito degradada a necessitar de várias obras.

Entrava chuva, havia portas partidas e paredes com tinta a cair. Era uma pena! Ter uma casa, tão estragada que parecia mesmo estar à espera de meninos quando havia meninos à espera de uma casa.

Através da grande mobilização de todos os que acreditaram e fundaram o JIFA, foi possível reconstruir e restaurar as nossas instalações. Cada um contribuía com aquilo que melhor sabia fazer. Pediram tintas, nas lojas de tintas, e toda a gente pintou as paredes. Todos ajudaram! Quem sabia costurar fazia almofadas e colchões, quem sabia pintar, pintava portas, cadeiras e mesas, quem tinha móveis doava-os…

Os brinquedos, esses eram construídos por todos e alguns doados que já eram usados. Mas nada faltou…

No dia 6 de Abril de 1975 a casa estava pronta. Os meninos puderam enfim mudar-se daquela casa pequena e triste para a sua casa grande e agora muito alegre, capaz para receber os meninos.

Cada menino trouxe um prato, um copo e o talher para terem onde almoçar e lanchar. Com as pinturas e desenhos que fizeram enfeitaram as paredes. Aprenderam a ser amigos uns dos outros e com os pais, educadores e amigos também aprenderam a estimar e a construir. A comportarem-se, a descobrir e a apreciar as coisas, a servir-se da liberdade, a ter respeito pelos outros, numa base de amor recíproco.

Hoje, várias décadas depois, contamos com 100 crianças que diariamente comem, brincam e trocam afetos e vivências no seu Jardim Infantil…

 

1/2

© JIFA 2016

Termos de Utilização  |

Informação legal   |

Contactos